Compliance é uma expressão que vem do inglês e significa estar em conformidade com as normas aplicáveis. No âmbito trabalhista, estar em conformidade com a legislação se traduz em um modelo de gestão com a adoção de medidas de transparência e sustentabilidade financeira, compondo parte de um modelo administrativo de governança corporativa.

A adoção do modelo de governança corporativa fortalece a imagem e reputação da empresa, aumentando a credibilidade aos olhos da sociedade e órgãos competentes pela fiscalização. Além disso, estudos apontam que um plano de compliance laboral pode diminuir, e até mesmo eliminar, os custos com multas e processos a longo prazo.

Como sabem os empregadores, na Justiça do Trabalho, as demandas envolvem elevados valores, o que pode ser evitado por meio de ações que visem ao cumprimento da legislação trabalhista. Além disso, em um plano de compliance trabalhista também é feita a edição de regulamentos internos, visando à padronização e consolidação das regras procedimentais para imprimir regularidade e tratamento igualitário entre os colaboradores. 

As normativas internas objetivam anular eventuais conflitos entre empregados, além de regulamentar procedimentos relativos às faltas disciplinares, o que traz segurança ao ambiente de trabalho e facilita a tomada de decisões a cada nova situação.

Resumindo, a implementação de um programa de compliance trabalhista traz como benefícios: a diminuição de demandas judiciais, a diminuição dos riscos do negócio e do passivo trabalhista e a melhoria nas relações de trabalho, que se reflete em aumento de produtividade da equipe.

Para exemplificar, o professor Arnold Schilder, executivo do Banco Central Holandês, aponta que para cada dólar investido em compliance são economizados US$ 5,00 com a mitigação de processos legais, danos à reputação e perda de produtividade.

Conclui-se que a adoção de um plano de compliance trabalhista traz inúmeros benefícios para empresas que prezam pela boa reputação e buscam adotar medidas de cultura organizacional. Diferente do que se pensava no passado, estar em conformidade com a legislação e regulamentos internos é uma vantagem competitiva a longo prazo. Assim, para buscar a estruturação e implementação de um plano de gestão, busque um profissional de sua confiança.